sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

GÊNESE: A PIRIGUETE DE ONDINA

O autor-mediador na Flica: the writer with the thorn in his side

Meu conto transita entre o pastiche, a burla e a crítica de costumes. É uma narrativa carnavalesca que trata dos "novos ricos". Ou, como querem alguns pensadores contemporâneos, dos "novos pobres". Ao ser convidado pelo Elieser para integrar a antologia, eu ainda não tinha lido As cariocas, não tinha lido A Grã-Fina de Copacabana. Embora enxergasse qualidades no texto, a maneira como a alta sociedade foi retratada ali era, no meu entender, ingênua e ligeiramente esquemática. Uma burguesia amoral, ociosa e hedonista como imaginavam os apóstolos de certas esquerdas do século XX. Resolvi brincar com o Porto, com essas noções de alto e baixo. Não no sentido de responder ou contradizer, mas, sim, complementar, aprofundar, traumatizar. E também seguir um caminho próprio, com problemas e soluções distintos. Mantive deliberadamente os nomes de algumas personagens como marcas intertextuais. E acendi uma vela para São Truman Capote; que ele não me abandonasse nas noites de calor, café e muita risada. (Lima Trindade)

Foto: Divulgação

6 comentários:

Ricardo Thadeu disse...

uma excelente narrativa, sem dúvida
ansioso para ler

hasta luego

editor disse...

Lima,
Capote não te abandonou, compadre. O conto está primoroso. O livro todo está um primor: para onde se olha, se vê beleza e precisão gráfica. Nos orgulhamos muito de ter publicado As baianas. Nasceu classudo e clássico: o que vale dizer que essa piriguete de Ondina irá pular sei quantos carnavais!
Abraços e parabéns!
rosel

Lima disse...

Obrigado, Ricardo Thadeu! Tenho certeza que você gostará. Os contos são tão bons que fica até difícil ter uma preferência! Grande abraço!

Lima disse...

É uma honra fazer parte do catálogo de uma editora do porte da Casarão do Verbo, Rosel. Sinto-me muito orgulhoso. Grande abraço!

Lidi disse...

Adorei conhecer a gênese da Piriguete de Ondina e das outras Baianas. Está muito bom o blogue. PARABÉNS aos seis. Abraços.

Lima disse...

Obrigado, Lidi. E obrigado também pela divulgação em Deslocamentos! Abração!